Três poemas

Ilustração feita com exclusividade por Thais Cortez

Três poemas para um rapaz
à quem eu nunca disse eu te amo

Amarelo sol da cor do seu cabelo
Você fala da rua da chuva dos faróis do preço da passagem e da fuligem na varanda
Eu observo seus olhos através da fumaça do cigarro
Pensei poesia sobre olhos verdes
Um clichê tão grande
Que eu não ia colocar no poema
Mas que terríveis eles são
E que bonito você me parecia ali
Com os olhos verde-clichê e a blusa cinza na varanda amarela
Eu quis dizer da dor
Disse que maçada essa fuligem toda
Eu quis dizer do amor
Disse que barata essa passagem que você pagou
Eu quis dizer fica não vai agora
Fuma comigo esse cigarro amargo que você me deu
Sou eu
Sou eu
Tá vendo essa marca aqui
Foi uma lágrima que queimou e foi você
Mas eu disse olha seu ônibus tchau boa aula até mais ver
Não olha pra mim
Não sou eu
 
Ilustração feita com exclusividade por Thais Cortez

Ilustração por Thais Cortez

1 de 3
Use as ← → (setas) do teclado para navegar

Tags relacionadas
,
Escrito por
Mais de Gisele Tronquini

Três poemas

Três poemas para um rapazà quem eu nunca disse eu te amo...
Leia mais