Amber Coffman denuncia abuso de assessor

No início desta semana, Amber Coffman, vocalista e guitarrista do grupo Dirty Projectors, publicou uma série de tuítes em que acusa o assessor/relações públicas Heathcliff Berru, fundador da empresa Life or Death PR & Management, de abuso sexual. As alegações de Coffman inspiraram muitas outras mulheres da área a comentarem sobre o comportamento do cara.

Coffman contou quando um “assessor de música muito popular passou a mão na minha bunda e mordeu meu cabelo em um bar há uns anos”. Ela disse que ainda sente raiva de si mesma por não ter dado um soco no nariz dele, mas que congelou totalmente na hora.


Bethany Consentino
, do Best Coast, logo respondeu o tuíte de Coffman, elogiando a coragem dela e afirmando que o cara sempre foi um filho da puta mesmo.


A cantora Chelsea Wolfe também relatou que o mesmo assessor tentou beijá-la durante uma reunião de negócios e ela apenas pensou “que babaca”.


Coffman disse que assim que ela informou a Domino, sua gravadora, das ações de Berru, eles pararam de trabalhar com ele. “Eles me disseram que se comprometem a não trabalhar mais com ele, e eu realmente aprecio esse gesto”, escreveu ela. “Mais deveriam seguir o exemplo.”

A boa notícia é que vários artistas representados pela Life or Death PR & Management saíram da empresa após essas denúncias, causando a demissão de Heathcliff Berru. Em seguida, o assessor em questão soltou um comunicado em que fala que sofre de alcoolismo, é viciado em drogas, e que perdeu a mulher, mas nada que justifique seu comportamento, não é?

Parabéns, Amber, por fazer esse barulho \o/

Tags relacionadas
, ,
Mais de Letícia Mendes

Amo/sou: Leah Goren, artista de NY

Leah Goren é uma ilustradora nova-iorquina cujos padrões de desenhos são pessoas,...
Leia mais