Filha da Índia

Esta quarta-feira (16) vai passar no auditório do Ibirapuera o documentário Filha da Índia. O filme trata de um caso ocorrido em 2012, quando a estudante de medicina Jyoti Singh foi estuprada e espancada por seis homens dentro de um ônibus. Ela morreu duas semanas após o crime, catalisando uma série de protestos em diversas cidades da Índia que trouxeram uma breve atenção ao problema da violência contra a mulher.

Dirigido por Leslee Udwin, o filme tenta investigar o pensamento machista e patriarcal que permeia a sociedade indiana (e todas as outras também), que permite com que esse tipo de crime seja frequente. Além dos parentes de Jyoti, os próprios estupradores são entrevistados, dias antes de morrerem na forca.

O filme, que é de 2015, foi censurado na Índia.

 
https://www.youtube.com/watch?v=YROBVxk17cM
 
Além do filme, o evento no Ibirapuera conta com um bate-papo entre a diretora Leslee Udwin, Viviane Santiago (especialista de gênero da Plan Internacional Brasil) e Kátia Cristina dos Reis (coordenadora-adjunta da coordenação de políticas para crianças e adolescentes da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo). A mediação é de Juliana de Faria (ONG Think Olga).

Mais de Barbara Mastrobuono

Ouça: Ibeyi

Ibeyi, em iorubá, significa gêmeo. É o nome perfeito para a dupla...
Leia mais