Casamento homoafetivo ganha filme

O relacionamento de duas mulheres paulistanas, Fabia Fuzeti e Gabi Torrezani, é o pano de fundo para discutir o casamento homoafetivo no Brasil. As diretoras apresentam outras histórias de amor homoafetivas, ativistas LGBT e figuras políticas no documentário “Vestidas de Noiva”, que será lançado no dia 13 de novembro, a partir das 20h, no Itaú Cultural, em São Paulo.

Após a exibição do filme, as diretoras responderão perguntas do público. O evento é gratuito e os ingressos serão distribuídos às 19h30 (entrada sujeita à lotação da sala).

Cartaz oficial VESTIDAS DE NOIVA
“Eu acho que as pessoas daqui a 100, 200 anos, quando descobrirem que antigamente os casais do mesmo sexo não tinham o mesmos direitos civis que os demais, vão achar um absurdo”, diz o Promotor José Luiz Bednarski, que autorizou o primeiro casamento homoafetivo no Brasil em 2011 e é entrevistado no documentário.

Além do processo de casamento de Fabia e Gabi, o filme traz como entrevistados André e Sérgio Moresi, o primeiro casal gay a se casar no civil no Brasil; Luciana Genro, importante figura política para a comunidade LGBT; Heloísa Alves, ex-coordenadora de políticas LGBTs do Estado de São Paulo, entre outros.

O filme estará disponível na íntegra em seu canal do YouTube, a partir de janeiro de 2016. Serão feitas outras exibições em ONGs LGBTs e equipamentos culturais e mil DVDs serão distribuídos gratuitamente para ONGs e escolas públicas.
 

Lançamento “Vestidas de Noiva”
Data: 13 de novembro
Horário: 20h
Local: Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149)
ENTRADA GRATUITA – ingressos serão distribuídos às 19h30

Mais de Letícia Mendes Leia mais