Ouça: Juçara Marçal

Juçara Marçal no Teatro Paiol, em 2014

Uma carioca que mareja meus “zóio” e me desafia com tamanha poesia e verdade em todos os projetos que se envolve. A empatia que ela cria em suas frases simples e imponentes sobre o dia-a-dia urbano traz para perto a sutileza e intensidade que acaba esvaindo pelo ralo de nossas mentes e corações.

E mesmo sendo carioca, Juçara Marçal morou sua vida toda em São Paulo. Com isso, ela não nos vende em suas músicas apenas o amor e a vida perfeita que a música carioca costuma ter, ela nos faz engolir a verdade dos brasileiros e paulistas que ainda enfrentam dificuldades e desafios básicos como o infinito desejo a casa própria, transporte entre outros.

Fincou raízes na música desde os anos 90 com um grupo vocal feminino chamado Vésper, caminhou entre discos como Flor D’Elis (1998) e 180 anos de samba cantando Adoniran e Noel (2002) e Ser tão paulista (2004) e show dedicados à mulher.

A conheci a partir da banda de jazz Metá Metá – que acaba de lançar um novo disco – em um show de dia de semana no zé presidente. Hoje com carreira solo me abraça com sua canções.

Antes de mais nada, devo citar a música Trovoa de Metá Metá.

Ouça abaixo o álbum ‘Encarnado’ (que, infelizmente, teve a capa do disco barrada pelo iTunes por ter mamilos à mostra):

Siga a Juçara Marçal: Site / Soundcloud / Facebook / Twitter

Imagem de capa via.

Mais de Bruna Bento

♪ Sexy Prozac ♪

Hoje a playlist é delícia, é sensual. É um apanhado de músicas...
Leia mais
  • Fernanda Garcia

    não diga que estamos morrendo, hoje naaao <3