A Arte de Ser Normal

Ilustração feita com exclusividade por Thais Cortez (a.k.a. Emily)

Recentemente li o livro “A Arte De Ser Normal“, da escritora Lisa Williamson, e confesso que a proposta me cativou logo de imediato. “Como assim? Um livro infanto-juvenil que fala sobre transexualidade? Eu preciso ler isso!”, e foi o que fiz. Com uma grande ajuda da Editora Rocco, consegui ter o livro em mãos e, a partir daí, foram páginas e páginas de risos e choro.

O livro conta a história de uma menina trans de 14 anos cuja transexualidade é um segredo que ela só divide com duas pessoas: seus dois melhores amigos. [Ao longo da obra, ela é tratada o tempo todo por “ele” e no nome masculino, já que o livro conta a história dela antes da transição. Mas vamos tratá-la no feminino aqui e sem dar nomes, ok?] Ela tem um desejo muito grande de revelar sobre seu gênero para os pais, mas a ideia a causa um grande medo, pois ela não sabe como eles vão reagir.

As coisas na vida dela seguem – minimamente – normais, até que um novo aluno entra na escola, e traz consigo uma série de sentimentos relacionado a sua pessoa.

Enquanto mulher trans, confesso que o livro diversas vezes foi ao meu encontro. Lembro daquela Ariel mais nova, querendo transicionar, ter cabelo grande, usar as roupas que as meninas usavam, e não poder. Não poder por não ter forças ou informação suficientes para transicionar, para explicar para os meus pais, para seguir em frente com o que eu era, por estar numa sociedade transfóbica, por ser muito nova, enfim, uma série de questões.

Em muitos momentos durante o livro eu chorei. Chorei por me ver na personagem principal. Logo na primeira página, há uma situação muito interessante, onde as crianças da segunda série estão falando sobre o que querem ser quando crescer, e várias crianças falam sobre as profissões com que sonham. Um fala “bombeiro”, outro “jogador de futebol”, mas existe algo de especial na resposta da personagem principal: eu quero ser menina.

Claro que, ao longo da história, esse ocorrido com ela quando criança é muito pautado, mostrando como o preconceito, o bullying, tudo isso existe. Como isso afeta uma criança e como é pesado se desvincular dessas ofensas que são direcionadas a ela.

Há um didatismo muito grande quando falamos desse livro, já que ele é voltado para o público infanto-juvenil. A própria autora, Lisa Williamson, declarou que o livro é para que crianças a partir de 12 anos entendam que ter um parente, um amigo ou um conhecido que é trans é algo totalmente normal.

Indico a leitura para todas as pessoas! Mas, principalmente para aquelas que tenham uma criança na família que diz “ser menino”/”ser menina”. Isso definitivamente merece uma atenção especial. Acredito que esse livro pode ajudar em muitos esclarecimentos e dúvidas que essas pessoas venham a ter a respeito dessa criança – que provavelmente está pensando mil coisas, mas que pode não conseguir se expressar muito bem por medo, ou qualquer outro motivo.
 

A Arte De Ser Normal, de Lisa Williamson
Editora Rocco
R$ 34,50

Ilustração feita com exclusividade por Thais Cortez (a.k.a. Emily)

Mais de Ariel Nolasco

Mulher trans e não-monogamia

Do fim do ano passado até o inicio desse ano eu estava...
Leia mais
  • Rafaela Lopes

    Eu peguei um monte de marcadores desse livro na bienal e distribuí para os meus amigos, espero que todos eles leiam. Aliás, eu mesma estou doida para ler. :)